[Autores] Chimamanda Ngozi Adichie

Somos Todos Chimamanda!

 

Chimamanda Ngozi Adichie  é uma escritora nigeriana reconhecida como uma das mais importantes jovens autoras anglófonas que está tendo sucesso em atrair uma nova geração de leitores de literatura africana.

Provavelmente umas das autoras contemporãneas de maior expressão mundial, sua voz tem alcançado o coração de muitas pessoas, principalmente mulheres. Mas o maior trunfo de Chimamanda é falar para todos os corações, todos os ouvidos, todas as mentes independente de gênero. Sua palavra é universal, forte e cheia de significado.

Abaixo fiz uma seleção de três livros da Autora e deixarei o link caso você se interesse em comprar, o que vai ser um favor que você fará a si próprio, acredite em mim. O link já está com meu código da Amazon, e comprando com ele (sem pagar nenhum a centavo a mais pelo livro) você vai estar ajudando a manter esse Blog, o Canal e a Página. Então, desde já…muito obrigado!

Vamos aos Livros!!!!

Meio Sol Amarelo

Filha de uma família rica e importante da Nigéria, Olanna rejeita participar do jogo do yhqhliq
poder que seu pai lhe reservara em Lagos. Parte, então, para Nsukka, a fim de lecionar na universidade local e viver perto do amante, o revolucionário nacionalista Odenigbo. Sua irmã Kainene de certo modo encampa seu destino. Com seu jeito altivo e pragmático, ela circula pela alta roda flertando com militares e fechando contratos milionários. Gêmeas à tentativa de secessão e criação do estado independente de Biafra.não idênticas, elas representam os dois lados de uma nação dividida, mas presa a indissolúveis laços germanos – condição que explode na sangrenta guerra que se segue

“Não veja isso como um perdão. Veja como permissão para ser feliz. O que vai fazer com a tristeza que escolheu? Vai comer tristeza?”
Contado por meio de três pontos de vista – além do de Olanna, a narrativa concentra-se nas perspectivas do namorado de Kainene, o jornalista britânico Richard Churchill, e de Ugwu, um garoto que trabalha como criado de Odenigbo -, Meio sol amarelo enfeixa várias pontas do conflito que matou milhares de pessoas, em virtude da guerra, da fome e da doença. O romance é mais do que um relato de fatos impressionantes: é o retrato vivo do caos vislumbrado através do drama de pessoas forçadas a tomar decisões definitivas sobre amor e responsabilidade, passado e presente, nação e família, lealdade e traição.

“Um marco na ficção, no qual a prosa clara e despretensiosa delineia nuances de modo absolutamente preciso.” – The Guardian

Título: Meio Sol Amarelo (2008)

Páginas: 504 páginas

Editora: Companhia das Letras

Link Amazon:   http://amzn.to/2kfYjye

Hibisco Roxo

Protagonista e narradora de Hibisco roxo, a adolescente Kambili mostra como a 6edgmnrreligiosidade extremamente “branca” e católica de seu pai, Eugene, famoso industrial nigeriano, inferniza e destrói lentamente a vida de toda a família. O pavor de Eugene às tradições primitivas do povo nigeriano é tamanho que ele chega a rejeitar o pai, contador de histórias encantador, e a irmã, professora universitária esclarecida, temendo o inferno. Mas, apesar de sua clara violência e opressão, Eugene é benfeitor dos pobres e, estranhamente, apoia o jornal mais progressista do país.

“Naquele instante, percebi que era isso que tia Ifeoma fazia com os meus primos, obrigando-os a ir cada vez mais alto graças à forma como falava com eles, graças ao que esperava deles. Ela fazia isso o tempo todo, acreditando que eles iam conseguir saltar. E eles saltavam. Comigo e com Jaja, era diferente. Nós não saltávamos por acreditarmos que podíamos; saltávamos porque tínhamos pânico de não conseguir”

Durante uma temporada na casa de sua tia, Kambili acaba se apaixonando por um padre que é obrigado a deixar a Nigéria, por falta de segurança e de perspectiva de futuro. Enquanto narra as aventuras e desventuras de Kambili e de sua família, o romance também apresenta um retrato contundente e original da Nigéria atual, mostrando os remanescentes invasivos da colonização tanto no próprio país, como, certamente, também no resto do continente.

“Uma história sensível e delicada sobre uma jovem exposta à intolerância religiosa e ao lado obscuro da sociedade nigeriana.” – J.M. Coetzee

Título: Hibisco Roxo (2011)

Páginas: 328 Páginas

Editora: Companhia das Letras

Link Amazon: http://amzn.to/2kU9sDN

Americanah

Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria jz1xv9lenfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra.

“A única razão pela qual você diz que raça não é um problema é porque você gostaria que não fosse. Todos nós gostaríamos disso. Mas é uma mentira. Eu vim de um país onde raça não é um problema; e eu nunca me vi como uma negra, eu só me tornei negra quando vim para esse país.”

Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência.
Principal autora nigeriana de sua geração e uma das mais destacadas da cena literária internacional, Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões prementes e universais como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero. Bem-humorado, sagaz e implacável, Americanah é, além de seu romance mais arrebatador, um épico contemporâneo.

“Em parte história de amor, em parte crítica social, um dos melhores romances que você lerá no ano.” – Los Angeles Times
“Magistral… Uma história de amor épica…” – O, The Oprah Magazine

Título: Americanah (2014)

Páginas: 516 Páginas

Editora: Companhia das Letras

Link Amazon: http://amzn.to/2kqFjiu

Leia e depois me conta o que achou da força de Chimamanda Ngozi Adichie!!

s2gbex1