[RESENHA] F*ck Love – Tarryn Fisher – Faro Editorial

 

Hoje vamos falar de F*ck Love da Taryn Fisher.

 

Sinopse – “Helena Conway se apaixonou.

Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo. Kit Isley é o oposto dela – desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito… se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga.

Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz…

“Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio; sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente.”

Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela , todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas.

Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.”

 

Resenha – Helena é melhor amiga de Della desde a infãncia, quando a mesma era pobre e ficou rica da noite para o dia após o pai ganhar na loteria. Agora, já adultas, Della namora Kit e Helena, Neil. O livro começa com um sonho onde Kit, que helena mal conhece, se declara para ela, sendo que Della e Neil estão bem próximos. Ela fica muito nervosa e acaba desmaiando. Quando acorda, ela está CASADA com Kit em uma casa de sonhos, tem uma carreira totalmente diferente para qual estudou, tem dois filhos e moram de forma muito confortável.  E daí ela acorda!

E esse sonho, minha gente, desperta o lado mais criativo, impulsivo e aventureiro de Helena. Esse livro vai nos levar nessa viagem muito louca com a Helena em busca de quem ela é de verdade. Porque no sonho ela tem uma profissão, ela tem ambição, desejos e fome de viver. E na vida real ela é o oposto disso. Sem perceber, começa a fazer pequenas coisas que meio que estão ligadas ao sonho, como por exemplo, um curso de alguma coisa que está ligada a profissão dela no sonho, objetos que ela esbarra em alguns locais e são os mesmos objetos do sonho e, claro, o Kit. O namorado da melhor amiga dela que é com quem ela é casada no sonho.

A personagem Helena é quem narra a história em primeira pessoa e é muito bem construída pela Tarryn porque é uma contradição ambulante. Ela NUNCA sabe o que quer de verdade e quando começa a fazer a vontade dela valer, todos se afastam. O que é bem vida real, né? As pessoas nunca nos querem totalmente felizes. Pelo menos não mais felizes que elas.

A história é sólida, cheia de reviravoltas e você viaja junto com a personagem principal. E rola um lance muito legal nesse livro: ela descreve um local chamado Port Towsend e esse lugar meio que passa a ser um personagem na história. Eu amo autores que fazem isso, como Valter Hugo Mãe que torna a Islândia uma personagem em A Desumanização.

Helena vai lidar com temas como machismo, traição, desejo proibido e reprimido e auto descoberta. É um livro para ler e se transformar. Você começa lagarta e termina borboleta. No meu caso, uma panapanã de milhões de borboletas.

As situações são rotineiras e cotidianas o que torna esse livro tão fascinante porque estamos lendo sobre fatos da vida. Quem já não traiu? Quem já não foi traída? Quem já não se apaixonou pelo boy da melhor amiga? Isso é a vida e estamos todos vulneráveis a isso. Acho que a palavra chave desse livro é essa: vulnerabilidade.

Então abraça esse ser inquieto e transformador que você é leia F*ck Love. Usando meu código você ajuda o Canal sem pagar NADA além por isso!

LINK – http://amzn.to/2xohazj

Eu tenho parceria com a Faro mas, fiquei tão apaixonado com esse livro quer comprei a Trilogia Amor e Mentiras também da Tarryn Fisher “porque sim, né mores?!”.

Um beijo e até mais!